domingo, 31 de julho de 2011

Domingo de Ra tranquila

Bom dia, ja estou animada dando uma, arrumadinha na casa,e ja pensando no almoço, hoje tem peixada na minha igreja,  e as minhas queridas irmãs fazem um peixe delicioso, será pacu frito, ensopado, e mujica de pintado. tudo de bom, la você pode comer a vontade,por apenas 10,00, como não sou boba, e gosto d+ de peixe especialmente feito assim. Pra não cair na tentação de repeteco,eu mandei trazer eu vou comer em casa mesmo, ai vou fazer meu arroz integral mesmo, minha salada,e a berinjela que eu fiz ontem, meu esposo pediu pra fazer kkkk ele gosta assim como eu, e pra sobremesa uma laranja porque a gripe ta me tirando do sério.

Dia 10 de agosto meu blog faz um ano e vou fazer uma surpresa, aguardem.... E um detalhe vou sortear entre meu seguidores se vc ainda não é me siga.

sábado, 30 de julho de 2011

sábado de reeducação

Olá, amigas (os) hoje um dia maravilhoso, dei uma faxina na casa. afff mexer com construção da nisso, uma bagunça,mas faz parte da vida né.
Bom, o que é bom nisso que eu fiz um exercício bem legal.kkkkk
essa semana foi tranquila, comi certinho, comi de tudo só não tudo né kkk.
Esse tempo seco não ajuda aff, minha garganta ta doendo.E o pior de tudo que tem gente se consciência ainda tem coragem de por fogo no lixo

meu cardápio de hoje foi Café da manhã, 1 pão francês sem miolo c/ margarina light, 1 xic de capuccino com adoçante.
lanche= 1 tangerina
almoço= salada de repolho com tomate e alface, 1 bife médio, berinjela refogada, hum delicia amoo muito bom, do jeito que eu faço, eu pico em cubinho, tempero com orégano,azeite,tempero completo a gosto, 3 dentes de alho fatiado fino, e água bem pouca só pra não grudar assim que tiver molinha ta pronto, tem gente que gosta meio durinha, bom eu gosto molinha, sem contar que faz bem né kkkk
fiz arroz integral mas num me deu vontade de comer .
 esse arroz é tudo de bom eu fiz ele no almoço hoje.

hoje também vou vencer a preguiça e fazer um pouco de simulador e vamo que vamo.
Gentem um bjo bem grande lindo domingo pra todas (os).




Aveia


Aveia
Vamos imaginar uma faxina sendo feita no seu organismo, mandando para fora o excesso de gorduras e açúcares e impedindo que isso tudo vá parar no sangue. É isso o que a aveia é capaz de fazer. Sua fibra solúvel reduz o colesterol ruim, limpando as artérias.
Betaglucana é o nome da fibra que, quando ingerida, dissolve-se em água, formando um gel viscoso. Durante o processo de digestão, esse gel recolhe parte das gorduras consumidas com a alimentação, eliminando-as com as fezes. Dessa forma, consegue reduzir até 10% do colesterol sanguíneo, impedindo seu acúmulo na parede das artérias. Manter o sangue circulando sem obstáculos é fundamental para a saúde do coração.
Porém, o benefício só é obtido com o consumo regular de aveia – 2 colheres de sopa todos os dias. Vale salpicar na salada de frutas, no iogurte desnatado, bater com sucos naturais e até acrescentar a pratos prontos, como sopas e saladas.
No mercado, pode ser encontrada em flocos, farelo e farinha. Se o objetivo é diminuir o colesterol, o ideal é usar o farelo de aveia, onde as betaglucanas estão concentradas. Já se quiser obter fibras, flocos, farinha e farelo são boas opções.
Proteger o coração é o principal papel da aveia, porém, por fornecer muitos outros nutrientes, o cereal faz mais pela saúde.
BELEZA EM DIA: A aveia é fonte de silício, mineral que reorganiza as fibras de sustentação da pele, importante para minimizar a aparência de celulite. Usada como ingrediente de máscaras naturais, esfolia suavemente a pele e absorve a oleosidade, sem ressecar.
INTESTINO FUNCIONANDO: Mais de 9g de fibras estão presente em 100g de aveia. As fibras são necessárias para prevenir a prisão de ventre, já que dão volume e maciez ao bolo fecal. Ainda mantêm a saúde do intestino, prevenindo infecções, pois servem de alimento para as bactérias benéficas.
GLICEMIA CONTROLADA: Desde que consumida com moderação e não combinada com alimentos ricos em açúcar, a aveia ajuda a regular as taxas de açúcar no sangue, prevenindo e controlando o diabetes.
FROZEN IOGURTE COM AVEIA
Ingredientes:
2 potes (200g cada) de iogurte natural
15 morangos lavados e cortados ao meio
½ xícara (chá) de açúcar
½ xícara (chá) de aveia
Modo de Fazer:
Leve o iogurte e os morangos ao congelador por 4 horas. Retire e bata no liquidificador com açúcar até formar um creme homogêneo. Acrescente a aveia e misture bem. Sirva em seguida.
Vamos emagrecer com a aveia, pois este cereal fornece energia e com uma dieta balanceada afinal é um cereal rica em fibras (atuando como limpeza intestinal, libertando as toxinas do organismo). Há ainda uma substância relaxante que se chama avenina. A dieta com a aveia presente se torna saciante, revitalizante mental, diurética.
Além disso é um cereal rico em proteínas, a gordura predominada são as insaturadas, principalmente o ácido linoléico. Rico em vitaminas B1, B2, B3 e E, e há minerais como cálcio, magnésio, fósforo, ferro, enxofre e zinco.
Por conter hidratos de carbono complexos, sua absorção é lenta e com isso proporciona energia e a saciedade. Tornando-se assim a aveia importante na dieta.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Importante saber-mos


Adultos e crianças podem e devem mudar de hábitos alimentares

Bem Estar desta quinta (28) trouxe dicas de alimentação mais saudável.
Pediatra Ana Escobar e nutricionista Rosana Raele foram as convidadas.

Do G1, em São Paulo
Crianças “chatas” para comer são relativamente comuns, mas esse problema também atinge os adultos. E é possível mudar de hábitos alimentares mesmo depois de grande: basta ter força de vontade e querer levar uma vida mais saudável.
Para dar dicas à família toda sobre como comer bem, o Bem Estar desta quinta-feira (28) recebeu a pediatra Ana Escobare a nutricionista Rosana Raele. Elas ensinaram como fazer compras no supermercado levando em conta mais do que um produto ser gostoso ou barato.
Paladar novo (Foto: Arte/G1)
O programa também preparou um desafio para a recepcionista Tatiana Cristina da Cruz e os irmãos Guilherme, de 10 anos, e Gyovani Monteiro, de 6. Eles tiveram um minuto exato para simular compras no supermercado. As especialistas foram as juradas, que deram notas para cada participante.
Em uma aula de culinária com a culinarista Patrícia Feldman, em São Paulo, a repórter Marina Araújo acompanhou Guilherme e Gyovani, junto com crianças de outras três famílias.
Receita do bolo de carne
Ingredientes:
1 kg de carne moída
200 g de fígado moído (ou outra carne de órgão, mas é opcional)
1 cebola média, picada fininha
1 cenoura em cubinhos pequenos
1 talo de alho poró ou salsão picado fininho
4 colheres de sopa de manteiga
1/4 de colher de chá de pimenta vermelha em flocos (opcional, mas aconselho usar, já que nessa quantidade não fica muito forte e dá um sabor especial)
1 colher de chá de tomilho seco
1 colher de chá de pimenta-do-reino moída na hora
1 colher de chá de sal bruto
1,5 xícara de flocos finos de aveia
1 xícara de creme de leite fresco ou iogurte natural integral
1 ovo caipira
4 colheres de sopa de catchup caseiro
Modo de preparo:
Refogue as cebolas, o alho poró e a cenoura na manteiga até que tudo fique macio. Enquanto isso, misture os flocos de aveia ao creme de leite (ou iogurte) e reserve.
Junte a pimenta vermelha, o tomilho, a pimenta-do-reino e o sal, e mexa bem.
Separe um recipiente de vidro com cerca de 20 x 35 cm (retangular, nem muito grande, nem muito pequeno).
Com as mãos (nessa hora, aproveite também as mãozinhas das crianças de férias), misture bem a carne, o refogado, os flocos de aveia com creme de leite (ou iogurte), e o ovo.
Forme um bolo (na forma de pão) e coloque no recipiente de vidro. Pincele a superfície do bolo com o catchup caseiro.
Junte pouco menos de uma xícara de água filtrada no recipiente e leve para assar em fogo baixo (180 graus) por cerca de 1 hora e meia. Aumente um pouco o forno nos últimos 15 minutos.
Sirva com catchup caseiro e/ou conserva de repolho ou pepinos. Na receita, servi com catchup e brócolis no vapor. Ficou perfeito! Mas você também pode pôr tomate, espinafre, vagem, couve-flor, couve, escarola ou repolho.
Rendimento:
Dois bolos grandes, ou 10 porções.
Veja outras receitas saborosas no site da culinarista Patrícia Feldman.
Pesquisa de Orçamentos Familiares
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta a Pesquisa de Orçamentos Familiares, com entrevistas feitas em todo o Brasil entre 2008 e 2009. Um dos itens avaliados foi a alimentação dos brasileiros: mais de 13 mil domicílios responderam a essa parte do estudo, que traçou um perfil das refeições no país.
Em gramas, o feijão apareceu em primeiro lugar no consumo diário, seguido do arroz e da carne bovina – que tem um consumo bem perto do recomendado pelo Ministério da Saúde (60 gramas por dia). Entre as bebidas, o café lidera a preferência: 215 gramas por dia, contra 145 gramas dos sucos.
E quais as principais diferenças entre homens e mulheres? Eles relataram uma ingestão menor de verduras, saladas, frutas e doces. O consumo de cerveja e bebidas destiladas entre o sexo masculino é de aproximadamente cinco vezes maior que entre as mulheres.
Os adolescentes comem quatro vezes mais biscoitos recheados que os adultos, e duas vezes mais sanduíches do que os idosos. Também ingerem menos feijão, saladas e verduras que os mais velhos.
 

quinta-feira, 28 de julho de 2011


'Vida moderna' explica maus hábitos alimentares dos brasileiros

Endocrinologista Márcio Mancini dá dicas para se alimentar melhor.
IBGE divulgou pesquisa sobre alimentação no país nesta quinta (28).

Luna D'Alama e Nathália DuarteDo G1, em São Paulo
Os resultados da pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quinta-feira (28), que mostram que a alimentação do brasileiro tem poucos nutrientes e calorias demais não surpreendeu o médico endocrinologista Márcio Mancini, chefe do grupo de obesidade da divisão de endocrinologia do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Para ele, a tendência é o problema piorar ainda mais.
“Fora a questão da americanização dos hábitos, há a conveniência que a vida moderna impõe. Você come o que é mais rápido, mais fácil, não tem tempo de preparar os alimentos, e come comida pronta”, explica o médico. “A alimentação tende a piorar cada vez mais, e a obesidade também”, afirma.

A pedido do G1, o endocrinologista deu dicas para que as pessoas se alimentem de forma mais adequada.Segundo Mancini, isso, associado à falta de exercícios físicos, ajuda a explicar um crescimento no número de obesos no país. “Há uma falta de atividade física do brasileiro, cujo lazer nos finais de semana é ficar em casa, na frente da televisão, do computador ou do videogame”, afirma.
Dicas para comer melhor:
- Escolher líquidos não calóricos, como suco de maracujá, acerola, melão, limonada, água de coco ou laranja diluída em água. É um erro achar que o suco de laranja não é calórico: ele tem tantas calorias quanto um refrigerante, apesar de mais nutrientes.
- Preferir alimentos in natura, como saladas e verduras refogadas, com pouco óleo.
- Separar os alimentos em porções menores.
- Não se acomodar e cuidar sempre da alimentação.

Outro ponto importante, segundo ele, é preferir fazer as refeições em casa. “Uma alimentação preparada em casa sempre tem menos calorias e gorduras que a industrializada”, afirma o médico.
“Não dá para fugir totalmente dos produtos industrializados, mas é possível escolher o que é mais saudável”, recomenda.
Na prática
Rosângela antes e depois da perda de peso (Foto: Arquivo pessoal)Rosângela antes e depois da perda de peso (Foto:
Arquivo pessoal)
A má alimentação e a ausência de exercícios foram exatamente o que fizeram a massoterapeuta Rosângela Souza Barbieri chegar aos 95 kg aos 22 anos. Ela não praticava atividades físicas, comia muita fritura e tinha nos doces o consolo para todos os problemas.
Indícios de uma depressão, no entanto, a fizeram mudar de vida. Depois de 1 ano e dois meses de dieta e academia, ela perdeu 33 kg.
“Eu estava com 22 anos e era muito nova para estar com esse peso. Tinha acabado de sair de uma gravidez e minhas amigas eram todas magras e bonitas. Isso fez com que eu começasse a deixar de sair de casa, me escondesse nas fotos, estava com a autoestima no chão”, conta Rosângela, hoje com 32 anos.
A primeira grande mudança na rotina da massoterapeuta aconteceu na alimentação. “Eu troquei massas e pães brancos por integrais, reduzi a ingestão de doces significativamente e aboli os refrigerantes da dieta. A prática de exercícios físicos também foi fundamental para melhorar a disposição e o condicionamento”, diz.
Rosângela não se adaptou a dietas propostas por nutricionistas e médicos e decidiu pesquisar por conta própria os alimentos que deveria substituir. Funcionou. Hoje, há nove anos mantendo o mesmo peso, a massoterapeuta considera que essa foi uma das escolhas mais acertadas que já fez.
“Eu participo atualmente de corridas de rua e elas são minha grande paixão. Graças a uma alimentação balanceada e aos exercícios eu consigo manter meu peso, posso comprar roupas que vejo nas vitrines, me trocar na frente de amigos. A vida é muito melhor. Com a corrida, ainda modelei meu corpo e hoje minha barriga é meu orgulho”, brinca.
Para Mancini, Rosângela provavelmente não tinha tendência a engordar e seu excesso de peso vinha somente da má alimentação.
“Às vezes, apenas mudar o estilo de vida faz com que a pessoa emagreça e fique mais saudável, o que deve ser o caso da Rosângela. Mas não é qualquer um que faz isso. Algumas pessoas, mesmo com bons hábitos, podem ganhar peso”, explica. Nesses casos o acompanhamento de um nutricionista e um médico se faz necessário.
 

Bom dia, estou muito feliz com meu jejum até aqui eu já eliminei -2 kg. ontem dei uma exagerada no almoço mas me controlei logo em seguida...