segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Essa dica é muito boa


|
Nutrição

Como montar uma lancheira saudável e gostosa

Se comerem bem no recreio, os pequenos têm tudo para melhorar seu desempenho na escola e, de quebra, adquirem hábitos saudáveis que podem levar para a vida toda

Como montar uma lancheira saudável e gostosa
  

Por Marcia Melsohn


Fazer o lanche que os filhos vão levar para a escola é tarefa mais importante do que muita gente imagina. Essa minirrefeição vai garantir a energia necessária para um bom aproveitamento das aulas, melhorando a concentração e a memória das crianças. E saber escolher os alimentos ideais para a hora do recreio é o primeiro passo para controlar o peso dos pequenos e mantê-los o mais distante possível da obesidade. Sempre é bom lembrar que no Brasil um em cada três brasileirinhos entre 5 e 9 anos de idade está acima do peso, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE.

Mas um dos principais benefícios de uma lancheira bem abastecida só será percebido e valorizado lá na frente, quando os garotos e garotas já estiverem crescidos. Eles terão desenvolvidos hábitos alimentares saudáveis, que levarão para o resto da vida. "Para não errar, vale sempre seguir um princípio básico: o lanche precisa ser variado e equilibrado para fornecer as calorias e os nutrientes necessários para o bem-estar das crianças", diz a nutricionista Juliana de Almeida Queiróz Parra, especialista em educação nutricional de escolares e proprietária da Nutrir Kids, na capital paulista. Segundo ela, o ideal é que a merenda contenha uma porção de carboidratos, para fornecer energia; uma de lácteos, que tem proteínas; uma fruta ou legume, responsáveis pelas vitaminas, fibras e minerais; e uma bebida, para hidratação. Com esse mix, além de garantir um desenvolvimento mais saudável, o lanche ainda vai fortalecer as defesas dos pequenos.

Sabendo disso, preste atenção em algumas dicas da nutricionista:
- cuidado com lanches que precisam de refrigeração; geleias e alguns queijos processados são boas opções para passar no pão, porque não precisam ficar em recipientes refrigerados.
- sempre coloque uma garrafinha de água na lancheira.
- não ponha pacotes inteiros de biscoitos e sim de 4 a 5 unidades, sem recheio.
- negocie com os filhos um lanche não tão nutritivo apenas uma vez por semana -- nada é proibido, procure apenas evitar exageros.
- faça a criança participar da compra e da preparação, sempre explicando o motivo de escolher determinado alimento e porque ele faz bem.
- caso tenha cantina na escola e o menino ou a menina não levem nada de casa, o melhor jeito é orientá-los a optar pelos assados (e não os fritos) e sucos naturais.
- Não deixe o pequeno sair de casa sem o café da manhã. Longos períodos de jejum reduzem o ritmo do metabolismo e comprometem inclusive o aproveitamento na escola.
- Os pais devem dar o exemplo de alimentação saudável no dia a dia. Pregar saúde à mesa e não por esse conceito em prática põe tudo a perder.

Uma semana de lanches saudáveis
Segunda-feira: pão de cenoura com requeijão, suco de uva e laranja

Terça-feira: 5 biscoitos de aveia, suco de maracujá e queijo processado

Quarta-feira: pão de leite com geléia de uva, suco de manga e 1 pêra

Quinta-feira: 5 biscoitos integrais, uma caixinha de água de coco e 1 banana

Sexta-feira: 1 fatia de bolo de laranja, suco de melão e 1 mexerica

Um comentário:

  1. ai amiga, eu peno com esses lanches pro meu pequeno ó. boa dica!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, Amei sua vista, Obrigado, volte sempre!

Dieta Low Carb

Olá flores bom diaaaaaaaaaaaaa vamo que vamo de Dieta né! então vi esse artigo que nos a uma informação muito importante, veja que marav...