sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Dicas Lowçucar




O primeiro passo no combate à obesidade deve ser uma nova postura à mesa privilegiando a qualidade dos alimentos ingeridos 

Apostar numa dieta radical para eliminar os quilos que tanto incomodam, obter sucesso num primeiro momento e, depois, recuperá-los um a um. A situação é velha conhecida dos adeptos de dietas milagrosas e além de fazer mal à saúde acaba causando um desestímulo na luta contra a obesidade. Por isso, especialistas alertam que dietas milagrosas não funcionam por muito tempo e que a solução para quem quer manter-se magro é reeducar os hábitos alimentares.
A nova postura com relação à comida começa pela preferência de alimentos mais saudáveis. Depois, atitudes preciosas como mastigar bem os alimentos, aumentar o consumo de vegetais, beber bastante água e fazer várias refeições ao dia também vão ajudar na tarefa de reeducar os hábitos alimentares.

Um erro comum entre as pessoas que desejam emagrecer é cortar uma das refeições. A nutricionista funcional, Daiana Eilert, alerta para o fato que passar oito horas sem comer faz com que o organismo economize energia, pois não sabe quando vai receber comida novamente, deixando o metabolismo mais lento: "Ao omitir refeições, como jantar ou café da manhã, extrapolamos esse jejum de oito horas e diminuímos o nosso metabolismo, dificultando assim a perda de peso" explica.


10 "regras" de ouro para reeducação alimentar

- Fazer as refeições em locais calmos e tranqüilos, sem pressa, mastigando bem os alimentos. Evitar assistir televisão durante as refeições;

- Realizar no mínimo 5 refeições diárias, respeitando o intervalo máximo de 4 horas entre elas. Não omitir nenhuma refeição para compensar na próxima;

- Iniciar a refeição com saladas e vegetais cozidos, depois comer os grãos e por fim as carnes e frutas;

- Não consumir frituras, pois contêm muita gordura saturada, altamente prejudicial ao coração;

- Consumir carne vermelha no máximo 3x/semana, substituindo por carne branca (aves e peixes) nos demais dias;

- Substituir pão branco, biscoitos, massas e outros cereais refinados por pães e cereais integrais devido ao alto teor de fibras, vitaminas e minerais, que melhoram a função intestinal;

- Utilizar temperos frescos/desidratados como alecrim, sálvia, louro, orégano, manjericão, manjerona, salsa, alho, açafrão, gengibre, considerados alimentos funcionais;

- Para temperar a salada devemos utilizar azeite de oliva extra virgem ou óleo de linhaça (por sua quantidade de ômega-3 e alto poder antioxidante, ajuda a prevenir doenças degenerativas e cardiovasculares), o limão também é mais indicado que o vinagre por sua alta concentração de vitamina C, o que melhora a acidificação do estômago e conseqüentemente a digestão e a absorção de nutrientes como o ferro;

- Usar adoçante a base de Stévia por ser mais natural e menos prejudicial à saúde ou utilizar açúcar mascavo ao invés de açúcar branco quando julgar necessário o uso de açúcar;

- À noite, opte por uma carne com salada e frutas por ser mais saudável e menos calórico. Os lanches acabam sendo sempre mais "engordativos".

Fonte: Daiana Eilert
Nutricionista Funcional – Unimed Litoral

Autor: Mariana Mesquita


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, Amei sua vista, Obrigado, volte sempre!

Bom dia, estou muito feliz com meu jejum até aqui eu já eliminei -2 kg. ontem dei uma exagerada no almoço mas me controlei logo em seguida...